Delegados de Polícia prestam homenagem ao ex-Governador Irapuan Costa Júnjor

Irapuan Costa Júnior discursa durante a homenagem prestada pelos Delegados de Polícia

O ex-Governador de Goiás, Irapuan Costa Júnior, discursa durante a homenagem prestada pela classe dos Delegados de Polícia

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (ADPEGO)homenageou o ex-Governador e Ex-Senador  Irapuan Costa Júnior, na última sexta-feira, dia 7, com uma placa de agradecimento e reconhecimento pelo apoio que o homenageado deu à classe dos Delegados de Polícia quando Governador de Goiás.

Irapuan fez  o descerramento da placa durante solenidade que contou com a presença maciça de associados e logo em seguida participou de um café da manhã.  O presidente da ADPEGO, Waldson de Paula Ribeiro, disse que a entidade retribui de uma forma simples a ajuda dada pelo ex-Governador Irapuan Costa Junior. “Seu gesto foi de muita importância para a nossa classe”, assinalou.

Quando Chefe do Executivo goiano, em 1977, Irapuan Costa Júnior doou a área onde hoje encontra-se edificada a sede da Associação dos Delegados de Polícia, na Rua S1, Setor Serrinha. A proposta para homenagear o ex-Governador partiu do Delegado Jurandir Rodovalho, sendo aceita imediatamente pela classe.

Irapuan não escondeu sua satisfação pela homenagem, lembrando no seu discurso que sempre manteve um excelente relacionamento com os Delegados de Polícia e com a Polícia Civil e as demais forças policiais em geral. Da solenidade participaram os ex-presidentes da ADPEGO, Alaor de Araújo, Jurandir Rodovalho, Luiz Veloso, Miguel Batista de Siqueira e Antônio Martins França, além do atual presidente Waldson de Paula.

A placa descerrada tem os seguintes dizeres:

Ao Ex-Governador de Goiás, Irapuan Costa Júnior:

“Os Delegados de Polícia do Estado de Goiás reconhecem na sua pessoa um homem que ajudou a construir a história do Estado, enquanto governador e empresário, ao mesmo tempo em que agradecem pela doação da área onde hoje encontra-se edificada a sede da ADPEGO. Não fosse sua mão estendida, certamente os Delegados de Polícia não teriam o ponto de partida para a construção deste prédio, símbolo de dignidade e respeito para toda a classe”.

                                     Goiânia/Abril/ 2017

Compartilhar